• Jardim de Homenagem ao Poiarense

    Jardim de Homenagem ao Poiarense

  • Capital Universal da Chanfana

Pin It

O Município de Vila Nova de Poiares encontra-se integrado na Águas do Centro Litoral, SA - Sistema Multimunicipal de Abastecimento de Água e Saneamento da Águas do Centro Litoral de Portugal, que abrange a captação, o tratamento e o abastecimento de água para consumo público e a recolha, o tratamento e a rejeição de efluentes domésticos e urbanos, e a receção de efluentes provenientes de limpeza de fossas séticas.

 

Abastecimento Público de Água 

Com a entrada em funcionamento do abastecimento em alta por parte do Sistema Multimunicipal a distribuição de água no Município de Vila Nova de Poiares sofreu alterações.
Assim, a distribuição de água no Município de Vila Nova de Poiares é atualmente caracterizada pela existência de 2 Sistemas de Abastecimento de Água, com os códigos de Mondego e Casais. O Sistema Mondego engloba ainda 2 Zonas de Abastecimento, a Z. A. Mondego com uma origem de água comprada, Águas do Centro Litoral, SA, e a Zona de Abastecimento Algaça caracterizada por receber água por parte do abastecimento em alta e receber água a partir de uma origem própria, furo em Algaça, havendo no entanto, mistura antes da sua distribuição. O Sistema Casais possui apenas uma Zona de Abastecimento com o código Casais.

 aguas imprimir

O Município de Vila Nova de Poiares como Entidade Gestora do serviço de abastecimento de água em baixa e a fim de garantir a qualidade da mesma é obrigado a:

  • Submeter à aprovação da Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos (ERSAR) o Programa de Controlo de Qualidade da Água (PCQA);
  • Efetuar a verificação da qualidade da água de acordo com o PCQA aprovado pela Entidade Regulador
  • Informar as autoridades competentes das situações de incumprimento de valores paramétricos e difundir entre os utilizadores e consumidores afetados os avisos da autoridade de saúde relativos às medidas de precaução para minimizar os efeitos do consumo da água em situação de incumprimento.

Em termos de controlo da qualidade da água servida são efetuadas análises mensais na torneira do consumidor, conforme estabelecido na legislação em vigor, Decreto-lei n.º 306/2007, de 27 de agosto. É ainda efetuado um controlo operacional mensal nos reservatórios e à água bruta. Diariamente são controlados nos reservatórios e em alguns pontos da rede o cloro residual, que nos permite garantir a desinfeção da água e o pH.
De acordo com os Indicadores da Entidade Reguladora – ERSAR, a água distribuída no Município de Vila Nova de Poiares está classificada como ÁGUA SEGURA, registando nos últimos anos valores SUPERIORES a 99% no cumprimentos dos valores paramétricos estabelecidos.

 

Controle da Qualidade da água de Consumo Humano

 Consulte aqui os Resultados Trimestrais 

pdf Edital n.º 16/2017 - 2º Trimestre 2017

pdf Edital n.º 10/2017- 1º Trimestre 2017

pdfEdital n.º 1/2017-  4º Trimestre 2016

pdf Edital nº 30/2016 - 3º trimestre 2016

pdfEdital nº 21/2016 - 2º trimestre 2016

pdfEdital nº 13/2016 - 1º trimestre 2016

pdfEdital nº 02/2016 - 4º trimestre 2015

pdf Edital nº 50/2015 - 3º trimestre 2015

pdfEdital Nº 27/2015 - 2º Trimestre 2015

pdfEdital Nº 11/2015 - 1º Trimestre 2015

pdfEdital Nº 03/2015 - 4º Trimestre 2014

pdfEdital Nº 49/2014 - 3º Trimestre 2014

pdfEdital Nº 34/2014 - 2º Trimestre 2014

pdfEdital Nº 23/2014 - 1º Trimestre 2014

pdfEdital Nº 03/2013 - 4º Trimestre 2013

pdfEdital Nº 22/2013 - 3º Trimestre 2013

pdfEdital Nº 10/2013 - 2º Trimestre 2013

pdfEdital Nº 03/2013 - 1º Trimestre 2013

pdfEdital Nº 01/2013 - 4º Trimestre 2012

pdfEdital Nº 24/2012 - 3º Trimestre 2012

pdfEdital Nº 17/2012 - 2º Trimestre 2012

pdfEdital Nº 13/2012 - 1º Trimestre 2012

pdfEdital Nº 1/2012 - 4º Trimestre 2011

pdfEdital Nº 29/2011 - 3º Trimestre 2011

pdfEdital Nº 21/2011 - 2º Trimestre 2011

pdfEdital Nº 16/2011 - 1º Trimestre 2011

pdfEdital Nº 03/2011 - 4º Trimestre 2010

pdf Edital Nº 25/2010 - 3º Trimestre 2010

pdf Edital Nº 22/2010 - 2º Trimestre 2010

 

Fontes e Fontenários

Em Vila Nova de Poiares ainda abundam as fontes e fontenários, continuando muitos munícipes a abastecer-se neles, apesar de, em todas as povoações existir abastecimento público domiciliário.
Uma vez que é fornecida aos consumidores através da rede pública água tratada, foi afixado em todas as fontes e fontenários informação referindo tratar-se de “Água não Controlada”, ficando ao critério de cada consumidor abastecer-se ou não nesse local.

 

Águas Residuais

Em termos de tratamento de águas residuais existem no Município duas ETAR’s, a ETAR de Ribeira de Moinho e a ETAR de Vale de Vaíde, estando a ETAR de Ribeira de Moinho sob gestão da Águas do Centro Litoral, SA .
A ETAR de Vale de Vaíde encontra-se devidamente licenciada para a rejeição de águas residuais, com o Título n.º L015048.215.RH4 com validade até 31/10/2020.
Em termos de controlo da qualidade da água rejeitada é efetuado um programa de autocontrolo trimestral qualitativo e quantitativo do efluente o qual é remetido para a entidade licenciadora.
Uma parte do Município é ainda servida por fossas sépticas colectivas e particulares, sendo efectuado o serviço de limpeza de fossas por parte dos serviços da Câmara Municipal.

 

Conselhos Úteis

A água é um dos recursos naturais mais valioso no nosso planeta. A forte dependência do Homem relativamente a este elemento sempre condicionou a sua forma de vida, desde os locais escolhidos para se estabelecer, até à forma como procurava explicar os fenómenos naturais.
Hoje em dia este recurso natural está presente em múltiplas atividades, devendo passar a sua gestão pela racionalização do consumo, contenção de desperdícios e mobilização dos recursos disponíveis.

Algumas dicas para poupar água:

  • Reveja toda a canalização doméstica, de forma a evitar perdas nas torneiras, nos autoclismos, nos esquentadores, nas máquinas e nas junções;
  • Evite banhos de imersão e ao tomar duche feche a água enquanto se ensaboa;
  • Não deixe a água a correr enquanto estiver a lavar os dentes ou a barbear-se;
  • Lave a roupa ou a loiça apenas quando tiver uma quantidade suficiente e use programas curtos;
  • Não use a água como vassoura, não lave as áreas pavimentadas com mangueira;
  • Lave o carro com o balde, não utilize a mangueira;
  • Para regar o jardim utilize o regador, não a mangueira. Evite regá-las sem necessidade e faço-o de manhã cedo ou à noite, para poupar água que se perde com a evaporação;
  • Quando forem anunciadas cortes no fornecimento de água, encha apenas as vasilhas estritamente necessárias para o seu consumo. Lembre-se de que todos têm necessidade de água;
  • Faça uma leitura regular do contador para saber a quantidade de água que está a poupar.
  • Se vir uma fuga numa boca de rega, hidrante ou noutro ponto da conduta, alerte a sua Junta de Freguesia e/ou a Câmara Municipal;
  • Instale redutores de fluxo de água nas torneiras, duches e autoclismos, esta medida permite reduzir o consumo não interferindo no conforto da utilização de água

 

UMA TORNEIRA MAL FECHADA , A PINGAR GASTA 46 LITROS POR DIA, O QUE É UMA QUANTIDADE DE ÁGUA SUFICIENTE PARA MATAR A SEDE A UMA PESSOA DURANTE 20 DIAS. SE POR DESCUIDO, ENQUANTO ATENDE O TELEFONE, A TORNEIRA FICAR ABERTA POR 15 MINUTOS, PODE GASTAR ATÉ 380 LITROS DE ÁGUA.
É NECESSÁRIO ESTAR ATENTO PARA QUE DESCUIDOS DESTE TIPO NÃO ACONTEÇAM. 

 

Cada um de nós pode, ao seu nível, evitar a rejeição para o meio ambiente de substâncias poluentes contribuindo assim para a proteção das águas subterrâneas e superficiais.

  • Tome precauções com os combustíveis e os óleos minerais;
  • Utilize conscienciosamente os produtos de limpeza e ou de lavagem;
  • Não deite para o esgoto solventes nocivos, óleos provenientes de câmaras / Caixas separadoras de gorduras, bem como outros resíduos alimentares que possam danificar ou obstruir os coletores e acessórios;
  • Use adubos com moderação;
  • Elimine as ervas daninhas de maneira ecológica, utilizando uma cama da de caruma ou de cascalho em vez dos herbicidas.

 

A sua fatura

A alteração da faturação dos serviços de águas e resíduos, resulta de obrigações legais (Decreto-Lei n.º 114/2014, de 21/7), transmitidas pela entidade reguladora ERSAR.
Para conhecimento de V. Exa., apresenta-se uma breve explicação, acerca de alguns conceitos presentes na sua fatura, no link abaixo.

Breve explicação